TSURU PÁSSARO POETA

Tsuru de eternidade...
Mil desejos eu fiz.
Trazendo você pelo bico-tear.
Ninho brotando no seu coração.
Sou pássaro humano
Meus braços alados o vento leva.
Teimando em pousar.
Um poema rasgando ninho
Em ti repousa palavras
Traduzindo apenas o amor
Que eu pássaro-gente
Não sei cantar,
Porque já sou Tsuru
Voando no Céu
Bordando seu nome
Para mil anos brilhar
Dentro de mim.

SÔNIA ORTEGA WADA

Nota: Esta ave símboliza saúde, fortuna, boa sorte e felicidade


domingo, 7 de fevereiro de 2010

URSO COM CORAÇÃO ( FUMIAKI SHINGU )




1º FOTO



2º FOTO

Aqui, abri o coração e coloquei um poema de Fernando Pessoa


O Amor, quando se revela

O amor, quando se revela,
não se sabe revelar.
Sabe bem olhar p'ra ela,
mas não lhe sabe falar.

Quem quer dizer o que sente,
não sabe o que há de dizer.
Fala: parece que mente.
Cala: parece esquecer.

Ah, mas se ela adivinhasse,
se pudesse ouvir o olhar,
e se um olhar lhe bastasse
pra saber que a estão a amar!
Mas quem sente muito, cala;
quem quer dizer quanto sente
fica sem alma nem fala,
fica só, inteiramente!

Mas se isto puder contar-lhe
o que não lhe ouso contar,
já não terei que falar-lhe
porque lhe estou a falar...

RESUMO DA VIDA DE FERNANDO PESSOA


O nome dele é Fernando António Nogueira Pessoa ,ou simplesmente "Fernando Pessoa " ,ele preferia assinar só assim.
Nasceu em 1888 em Lisboa , Portugal e faleceu 1935, nesta mesma cidade.
Foi considerado um dos maiores poetas da língua portuguesa.
Quando de sua morte, quase a totalidade de sua obra ainda permanecia inédita:
apenas alguns de seus escritos tinham sido publicados em revistas,jornais etc..
O poeta, escrevia também em outros idiomas ( como inglês e francês), em 1934
publicou seu único livro em língua portuguesa, intitulado Mensagem, o qual, grosso modo, versa a respeito da história de Portugal e do povo português, de um ponto de vista bastante particular e diferenciado,exemplo de Os Lusíadas de Luís de Camões.
Era inteligente e talentoso, inovou a poesia, extrapolando as características estéticas do período Modernista, no qual estava inserido.
Os leitores têm descoberto o valor do escritor e do pensador, homem que teve a capacidade, entre outras coisas, de " teatralizar" poeticamente, por meio de estilos de escrita diferenciados, mútiplas facetas interiores do ser humano,indo muito além de pseudônimos, como representantes contundentes dos "eus" que habitam dentro de todos nós.
Daí uma das razões da atualidade de seus textos, bastante adequados às realidades íntimas da alma, problematizadas nos contextos do mundo de hoje.
O diagrama do urso Aqui
O diagrama do coração está Aqui

2 comentários:

  1. Adoreiii florzinhaa!!! ficou um mimo e colocando uma cartinha então .. d+++
    beijokas felizes
    jaqueline

    ResponderEliminar